Todos as publicações de “Reginaldo Guedes Coelho Lopes”

11 results

Experiência inicial com a oclusão tubária por via histeroscópica (Essure®)

Daniella De Batista Depes, Ana Maria Gomes Pereira, Umberto Gazi Lippi, João Alfredo Martins, Reginaldo Guedes Coelho Lopes

DOI: 10.1590/S1679-45082016AO3717

RESUMOObjetivoAvaliar os resultados das primeiras oclusões tubárias realizadas pela via histeroscópica (Essure®).Métodos Estudo prospectivo com 38 pacientes, sendo 73,7% caucasianas, com média de idade de 34,5 anos, e com 3 gestações e 2,7 partos em média. Do total, 86,8% das pacientes fizeram preparo prévio do endométrio. Todos os procedimentos foram ambulatoriais e sem anestesia.Resultados A taxa de inserção do dispositivo foi de 100%, com tempo médio de 4 minutos e 50 segundos. Segundo a Escala Visual Analógica, a dor média […]

Resultados perinatais em gestantes acima de 40 anos comparados aos das demais gestações

Evandro Eduardo Canhaço, Angela Mendes Bergamo, Umberto Gazi Lippi, Reginaldo Guedes Coelho Lopes

DOI: 10.1590/S1679-45082015AO3204

ObjetivoEsclarecer se as gestantes em idade avançada estiveram mais propensas a terem resultados perinatais adversos quando comparadas àquelas em idade reprodutiva ideal.MétodosOs grupos foram divididos segundo grupos etários: idade menor que 20 anos; idade maior ou igual a 20 anos e menor que 40 anos; e idade maior ou igual a 40 anos.ResultadosNo período compreendido entre 1o de janeiro de 2008 a 31 de dezembro de 2008, ocorreram 76 partos de pacientes com idade menor que 20 anos e 91 […]

Análise da medida da espessura endometrial pela ultrassonografia transvaginal em pacientes obesasAnalysis of endometrial thickness measured by transvaginal ultrasonography in obese patients

Isabela Corrêa Barboza, Daniella de Batista Depes, Ilzo Vianna Júnior, Marisa Teresinha Patriarca, Raquel Martins Arruda, João Alfredo Martins, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082014AO2838

ObjetivoRelacionar os valores do eco endometrial obtidos à ultrassonografia transvaginal com o índice de massa corporal de pacientes na pós-menopausa; verificar se existe maior prevalência de espessamento endometrial naquelas com índice de massa corporal ≥30.MétodosTrata-se de estudo analítico, transversal, que avaliou 294 pacientes. As pacientes incluídas estavam na pós-menopausa; foram excluídas aquelas que faziam uso de terapia hormonal. As variáveis avaliadas foram o índice de massa corporal, sendo considerado obesidade quando acima de 30, o número de gestações, o número […]

Lesões precursoras e câncer em pólipos do endométrio de pacientes submetidas à polipectomia histeroscópica

Marco Antonio Lenci, Vanessa Alessandra Lui do Nascimento, Ana Beatriz Grandini, Walid Makin Fahmy, Daniella de Batista Depes, Fausto Farah Baracat, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082014AO2764

Objetivo:Avaliar a incidência de lesões precursoras e câncer em pólipos do endométrio de pacientes submetidas à polipectomia histeroscópica.Métodos: Análise dos resultados de 1.020 exames anatomopatológicos de pacientes submetidas, em hospital público, à polipectomia histeroscópica, e achados em suas histeroscopias diagnóstica e cirúrgica. Em termos de estado menstrual, 295 (28,9%) pacientes encontravam-se na menacme. Do total, 193 (65,4%) apresentavam sangramento uterino anormal e 102 (34,6%) eram assintomáticas, com alteração da medida do eco endometrial à ultrassonografia transvaginal. Das 725 (71,1%) pacientes […]

Esterilização histeroscópica de paciente com dispositivo intrauterino Mirena®

Daniella De Batista Depes, Ana Maria Gomes Pereira, Salete Yatabe, Reginaldo Guedes Coelho Lopes

DOI: 10.1590/S1679-45082013000100019

A esterilização tubária é o procedimento definitivo mais utilizado no mundo para controle da fecundidade. A ligadura laparoscópica é segura, porém invasiva e com possíveis riscos cirúrgicos e anestésicos. A via histeroscópica permite a oclusão tubária em ambiente ambulatorial, sem incisões ou anestesia. Um microdispositivo (Essure®) é inserido diretamente no interior das tubas e suas fibras internas de poliéster causam sua obstrução em até 3 meses. Durante esse período, deve ser mantido o método contraceptivo temporário utilizado pela paciente. Várias […]

Estudo comparativo dos resultados obtidos pela citologia oncótica cérvico-vaginal convencional e pela citologia em meio líquido

Sueli Aparecida Batista Stabile, Dilson Henrique Ramos Evangelista, Valdely Helena Talamonte, Umberto Gazi Lippi, Reginaldo Guedes Coelho Lopes

DOI: 10.1590/S1679-45082012000400013

Objetivo:Comparar duas técnicas de colpocitologia oncótica, a convencional e a em meio líquido, em pacientes de baixo risco para carcinoma de colo uterino.MÉTODOS:Trata-se de estudo prospectivo e comparativo, em que foram avaliadas cem mulheres que compareceram à consulta médica de rotina e foram submetidas simultaneamente à coleta pelas duas técnicas de citologia. Os resultados obtidos em relação à adequabilidade, à qualidade dos esfregaços, à prevalência nos diagnósticos descritivos e à confirmação com biópsia dirigida e histologia foram comparados pelo teste […]

Polipectomia endometrial histeroscópica: tratamento ambulatorial versus convencional

Angela Mendes Bergamo, Daniella de Batista Depes, Ana Maria Gomes Pereira, Taciana Cristina Duarte de Santana, Umberto Gazi Lippi, Reginaldo Guedes Coelho Lopes

DOI: 10.1590/S1679-45082012000300012

Objetivo:Comparar resultados da polipectomia histeroscópica endometrial efetuada ambulatorialmente, sem anestesia, com polipectomia histeroscópica convencional sob anestesia, em centro cirúrgico, avaliando taxa de sucesso, tempo de procedimento e complicações. Mensurar dor aferida pela paciente nos dois grupos.MÉTODOS:Estudo transversal observacional de 60 pacientes com diagnóstico histeroscópico de pólipo endometrial divididas em dois grupos: Grupo Ambulatorial, composto por pacientes submetidas à polipectomia histeroscópica ambulatorial, utilizando-se pinça endoscópica em histeroscópio operatório ambulatorial de fluxo contínuo, por meio de vaginoscopia sem anestesia, e Grupo Convencional […]

Tempo transcorrido entre o início dos sintomas e o diagnóstico de endometriose

Tânia Mara Vieira Santos, Ana Maria Gomes Pereira, Reginaldo Guedes Coelho Lopes, Daniela De Batista Depes

DOI: 10.1590/S1679-45082012000100009

Objetivo:Avaliar o tempo transcorrido entre o início dos sintomas e o diagnóstico de endometriose em pacientes acompanhadas no ambulatório de Endometriose e Dor Pélvica Crônica do Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo “Francisco Morato de Oliveira”, entre janeiro de 2003 e novembro de 2009.MÉTODOS:Em estudo analítico retrospectivo foram avaliadas 310 mulheres com endometriose confirmada cirurgicamente e por exame anatomopatológico no período de 06 de janeiro de 2003 a 29 de novembro de 2009. Os dados foram obtidos por […]

Achados histeroscópicos em pacientes com sangramento pós-menstrual tipo escape com cesárea anterior

Valdely Helena Talamonte, Umberto Gazi Lippi, Reginaldo Guedes Coelho Lopes, Sueli Aparecida Batista Stabile

DOI: 10.1590/S1679-45082012000100011

Objetivo:Identificar os achados histeroscópicos uterino em grupo de pacientes com operação cesariana anterior e sangramento pós-menstrual tipo escape.MÉTODOS:Foi realizado um estudo descritivo e prospectivo, com mulheres que compareceram em consultório em Ji-Paraná (RO), entre junho de 2008 e dezembro de 2009, com queixa de sangramento genital prolongado tipo escape após período menstrual. Destas, foram selecionadas 20 mulheres que apresentavam, simultaneamente, as seguintes características: ao menos uma cesárea prévia; idade entre 18 e 45 anos; sem uso de método anticoncepcional hormonal; […]

O valor da histeroscopia diagnóstica com biópsia no pré-operatório de ablação endometrial

Salete Yatabe, Ana Maria Gomes Pereira, Gilberto Kendi Takeda, Daniela de Baptista Depes, Reginaldo Guedes Coelho Lopes

DOI: 10.1590/s1679-45082011ao2094

RESUMOObjetivo:Analisar o valor da biópsia de endométrio no pré-operatório de ablação endometrial.Métodos:Estudo prospectivo não randomizado realizado no setor de Endoscopia Ginecológica do Hospital do Servidor Estadual “Francisco Morato de Oliveira” de março de 2007 a maio de 2009, de 45 pacientes encaminhadas por sangramento uterino anormal com indicação de ablação do endométrio. Todas as pacientes tinham histeroscopia diagnóstica prévia à cirurgia e receberam análogo de GnRH – goserelina – 10,8 mg subcutânea no pré-operatório. A ablação de endométrio foi realizada […]

1 2