Todos as publicações de “Patrícia Weinschenker Bollmann”

4 results

Mieloma múltiplo complicado com endocardite infecciosa por pseudomonas

Juliana Todaro, Patrícia Weinschenker Bollmann, Amit Nussbacher, Luis Fernando Aranha Camargo, Bento Fortunato Cardoso dos Santos, Daniel Alvarenga, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082012000400017

Pacientes diagnosticados com mieloma múltiplo são mais suscetíveis a infecções, que é a principal causa de morbidade e mortalidade associadas a essa doença. Os principais agentes infecciosos envolvidos são as bactérias Gram-positivas, mas, após a quimioterapia, pode haver aumento na incidência de Gram-negativos, que são responsáveis, na maioria dos casos, por infecções do trato urinário. Assim, descrevese um raro caso de um paciente de 73 anos de idade, com mieloma múltiplo diagnosticado com endocardite por pseudomonas.

Linfoma de Hodgkin e gestação: série de casos e proposta de protocolo para tratamento

Carolina Kassab, Guilherme Fleury Perini, Patrícia Weinschenker Bollmann, Fabio Rodrigues Kerbauy, Nelson Hamerschlak

DOI: 10.1590/S1679-45082011RC1992

RESUMO O pico de incidência do linfoma de Hodgkin coincide com a idade fértil feminina, sendo atualmente a quarta neoplasia mais diagnosticada na gravidez. Entretanto, não existe consenso na literatura sobre como tratar essas pacientes, devido aos riscos da quimioterapia tanto para a gestante quando para o feto. Relatamos três casos de gestantes acometidas por linfoma de Hodgkin e realizamos a revisão de literatura com o objetivo sugerir um protocolo de tratamento para essas pacientes.

Leucemia mieloide crônica: passado, presente, futuro

Patricia Weinschenker Bollmann, Auro del Giglio

DOI: 10.1590/S1679-45082011RB2022

RESUMO As descobertas do cromossomo Filadélfia, em 1960, e do oncogene BCR-ABL, em 1984, permitiram o desenvolvimento, nos anos subsequentes, de uma terapia-alvo que revolucionou o tratamento da leucemia mieloide crônica, mudando sua história natural. O uso do imatinibe resultou numa melhora expressiva do prognóstico e da evolução dos pacientes com leucemia mieloide crônica. Entretanto, surgiram mecanismos de resistência ou intolerância, que impedem a erradicação da doença numa parcela dos pacientes. Os inibidores de tirosina quinase de segunda geração mostram […]

Vasculopatia livedoide: rápida involução com câmara hiperbárica e terapia anticoagulante

Patricia Weinschenker Bollmann, Andréa Kazumi Shimada, Nilceo Schwery Michalany, Ana Rita de Araújo Burgos Manhani, Auro del Giglio

DOI: 10.1590/S1679-45082011RC1676

RESUMO A vasculopatia livedoide é uma doença que se caracteriza pela presença de úlceras dolorosas recorrentes localizadas nas extremidades distais dos membros inferiores. Histologicamente, apresenta-se com espessamento dos vasos da derme, oclusão de sua luz por trombos de fibrina, associados a um mínimo infiltrado inflamatório. Pode se apresentar isoladamente ou em associação a trombofilias, desordens do colágeno ou doenças neoplásicas. Por ser uma entidade rara, não há consenso sobre seu tratamento. Relatamos o caso de um paciente de 41 anos, […]