Todos as publicações de “Miguel José Francisco Neto”

5 results

Avanços na ultrassonografia pulmonar

Miguel José Francisco Neto, Antonio Rahal Junior, Fabio Augusto Cardillo Vieira, Paulo Savoia Dias da Silva, Marcelo Buarque de Gusmão Funari

DOI: 10.1590/S1679-45082016MD3557

RESUMOO exame ultrassonográfico do tórax avançou nas últimas décadas, sendo utilizado para o diagnóstico de inúmeras condições patológicas, e fornecendo informações qualitativas e quantitativas. Os pulmões aerados e o arcabouço ósseo do tórax representam barreira sonora para o estudo ultrassonográfico, gerando artefatos que, bem conhecidos, são utilizados como ferramentas diagnósticas. Eco pleural normal, linhas A, linhas B, linhas C, linhas E e Z (conhecidas como falsas linhas B) são artefatos com características peculiares. Os padrões de consolidação e de pneumotórax […]

Correlação entre a classificação Thyroid Imaging Reporting and Data System [TI-RADS] e punção aspirativa por agulha fina: experiência com 1.000 nódulos

Antonio Rahal Junior, Priscila Mina Falsarella, Rafael Dahmer Rocha, João Paulo Bacellar Costa Lima, Matheus Jorge Iani, Fábio Augusto Cardillo Vieira, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082016AO3640

RESUMOObjetivoApresentar a correlação entre o Thyroid Imaging Reporting and Data System (TI-RADS) e o sistema Bethesda, para relatar citopatologia em 1.000 nódulos tireoidianos.Métodos Estudo retrospectivo realizado no período de novembro de 2011 a fevereiro de 2014, que avaliou 1.000 nódulos tireoidianos de 906 pacientes submetidos a exame de ultrassonografia e à punção aspirativa por agulha fina.Resultados Observou-se associação significativa entre o TI-RADS e o resultado da classificação de Bethesda (p

Alta correlação entre ultrassonografia com contraste de microbolhas, ressonância magnética e histopatologia na avaliação do carcinoma hepatocelular

Marcos Roberto Gomes de Queiroz, Miguel José Francisco Neto, Rodrigo Gobbo Garcia, Antonio Rahal Junior, Paolo Salvalaggio, Marcelo Buarque de Gusmão Funari

DOI: 10.1590/S1679-45082013000400017

Objetivo:Avaliar a eficácia da ultrassonografia com contraste de microbolhas no diagnóstico do carcinoma hepatocelular e comparar seus resultados com os de ressonância magnética e anatomia patológica.MÉTODOS:Foram avaliados 29 hepatopatas crônicos candidatos ao transplante pelo programa de transplante hepático do Hospital Israelita Albert Einstein. Esses pacientes foram submetidos a ressonância magnética, ultrassonografia com contraste de microbolhas e biópsia hepática excisional.RESULTADOS:Houve concordância ótima entre os resultados da ultrassonografia com contraste de microbolhas e aqueles da ressonância magnética. Notou-se concordância moderada entre os […]

Ecocardiografia com contraste no infarto do miocárdio

Maria Luciana Zacarias Hannouche da Trindade, Marcelo Luiz Campos Vieira, Ana Clara Tude Rodrigues, Miguel José Francisco Neto, Claudio Henrique Fischer, Samira Saady Morhy

DOI: 10.1590/S1679-45082013000300023

Os contrastes ecocardiográficos à base de microbolhas estão aprovados para várias situações da prática clínica. Novos softwares, como a imagem em segunda harmônica e o power pulse inversion, podem melhorar a visualização do contraste no exame ecocardiográfico. Neste artigo, discutem-se o início da prática da ecocardiografia com contraste, as novas tecnologias que ajudam na aquisição e melhora da imagem, e seu uso no infarto do miocárdio.

Diverticulite perfurada do apêndice cecal: diagnóstico ultrassonográfico

Rafael Burgomeister Lourenço, Marco da Cunha Pinho, Vladimir Schraibman, Antônio Luiz de Vasconcellos Macedo, Miguel José Francisco Neto, Marcelo Buarque de Gusmão Funari

DOI: 10.1590/S1679-45082011RC978

RESUMO A diverticulite do apêndice é uma patologia incomum, eventualmente confundida com a apendicite cecal, tendo, porém, maior risco de perfuração e de outras complicações. Seu diagnóstico pré-cirúrgico é raramente realizado, mas pode ser obtido pela ultrassonografia com a demonstração de um divertículo associado a sinais clássicos de apendicite. Relatamos o caso de um homem adulto em que foi possível o diagnóstico ultrassonográfico de diverticulite do apêndice cecal e revisamos os principais aspectos relacionados a essa condição.