Todos as publicações de “Lúcio Roberto Requião-Moura”

3 results

Ampliando o pool de doadores de rim: utilização de órgãos com disfunção renal aguda

Ana Cristina Carvalho de Matos, Lúcio Roberto Requião-Moura, Gabriela Clarizia, Marcelino de Souza Durão Junior, Eduardo José Tonato, Rogério Chinen, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082015RW3147

RESUMODiante da escassez de órgãos para transplante, algumas estratégias têm sido adotadas pela comunidade transplantadora, no sentido de ampliar a oferta de órgãos. Uma delas é a utilização de rins de doadores com critérios expandidos, ou seja, doadores com idade >60 anos ou entre 50 e 59 anos, e que atendem a dois ou mais dos seguintes critérios: história de hipertensão, creatinina sérica terminal >1,5mg/dL e acidente vascular cerebral como causa de morte do doador. Nesta revisão, foi dada ênfase […]

Lesão de isquemia e reperfusão no transplante renal: paradigmas hemodinâmico e imunológico

Lúcio Roberto Requião-Moura, Marcelino de Souza Durão Junior, Ana Cristina Carvalho de Matos, Alvaro Pacheco-Silva

DOI: 10.1590/S1679-45082015RW3161

A lesão de isquemia e reperfusão é um evento inevitável no transplante de rim, tendo como consequências retardo na função do enxerto, aumento no tempo de hospitalização e dos custos, aumento no risco de rejeição aguda e potencial impacto negativo na evolução a longo prazo. Atualmente, vários fatores estão implicados na fisiopatologia da lesão de isquemia e reperfusão, podendo ser didaticamente divididos em dois paradigmas: hemodinâmico e imunológico. O paradigma hemodinâmico é classicamente descrito como a privação de oxigênio pela […]

Infecção pelo citomegalovírus no transplante de rim: aspectos clínicos, manejo e perspectivas

Lúcio Roberto Requião-Moura, Ana Cristina Carvalho de Matos, Alvaro Pacheco-Silva

DOI: 10.1590/S1679-45082015RW3175

A infecção pelo citomegalovírus é uma das principais complicações após o transplante de rim, podendo ser classificada em primoinfecção, quando a transmissão ocorre por meio do enxerto, ou em reativação, quando o receptor é soropositivo. Do ponto de vista clínico, pode se apresentar como infecção, na ausência de sintomas, ou como doença, com dois diferentes espectros: a síndrome viral típica ou, menos comumente, a doença invasiva. Os efeitos podem ser diretos, que é o desenvolvimento da doença, ou indiretos, como […]