Todos as publicações de “Ana Maria Gomes Pereira”

5 results

Experiência inicial com a oclusão tubária por via histeroscópica (Essure®)

Daniella De Batista Depes, Ana Maria Gomes Pereira, Umberto Gazi Lippi, João Alfredo Martins, Reginaldo Guedes Coelho Lopes

DOI: 10.1590/S1679-45082016AO3717

RESUMOObjetivoAvaliar os resultados das primeiras oclusões tubárias realizadas pela via histeroscópica (Essure®).Métodos Estudo prospectivo com 38 pacientes, sendo 73,7% caucasianas, com média de idade de 34,5 anos, e com 3 gestações e 2,7 partos em média. Do total, 86,8% das pacientes fizeram preparo prévio do endométrio. Todos os procedimentos foram ambulatoriais e sem anestesia.Resultados A taxa de inserção do dispositivo foi de 100%, com tempo médio de 4 minutos e 50 segundos. Segundo a Escala Visual Analógica, a dor média […]

Esterilização histeroscópica de paciente com dispositivo intrauterino Mirena®

Daniella De Batista Depes, Ana Maria Gomes Pereira, Salete Yatabe, Reginaldo Guedes Coelho Lopes

DOI: 10.1590/S1679-45082013000100019

A esterilização tubária é o procedimento definitivo mais utilizado no mundo para controle da fecundidade. A ligadura laparoscópica é segura, porém invasiva e com possíveis riscos cirúrgicos e anestésicos. A via histeroscópica permite a oclusão tubária em ambiente ambulatorial, sem incisões ou anestesia. Um microdispositivo (Essure®) é inserido diretamente no interior das tubas e suas fibras internas de poliéster causam sua obstrução em até 3 meses. Durante esse período, deve ser mantido o método contraceptivo temporário utilizado pela paciente. Várias […]

Polipectomia endometrial histeroscópica: tratamento ambulatorial versus convencional

Angela Mendes Bergamo, Daniella de Batista Depes, Ana Maria Gomes Pereira, Taciana Cristina Duarte de Santana, Umberto Gazi Lippi, Reginaldo Guedes Coelho Lopes

DOI: 10.1590/S1679-45082012000300012

Objetivo:Comparar resultados da polipectomia histeroscópica endometrial efetuada ambulatorialmente, sem anestesia, com polipectomia histeroscópica convencional sob anestesia, em centro cirúrgico, avaliando taxa de sucesso, tempo de procedimento e complicações. Mensurar dor aferida pela paciente nos dois grupos.MÉTODOS:Estudo transversal observacional de 60 pacientes com diagnóstico histeroscópico de pólipo endometrial divididas em dois grupos: Grupo Ambulatorial, composto por pacientes submetidas à polipectomia histeroscópica ambulatorial, utilizando-se pinça endoscópica em histeroscópio operatório ambulatorial de fluxo contínuo, por meio de vaginoscopia sem anestesia, e Grupo Convencional […]

Tempo transcorrido entre o início dos sintomas e o diagnóstico de endometriose

Tânia Mara Vieira Santos, Ana Maria Gomes Pereira, Reginaldo Guedes Coelho Lopes, Daniela De Batista Depes

DOI: 10.1590/S1679-45082012000100009

Objetivo:Avaliar o tempo transcorrido entre o início dos sintomas e o diagnóstico de endometriose em pacientes acompanhadas no ambulatório de Endometriose e Dor Pélvica Crônica do Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo “Francisco Morato de Oliveira”, entre janeiro de 2003 e novembro de 2009.MÉTODOS:Em estudo analítico retrospectivo foram avaliadas 310 mulheres com endometriose confirmada cirurgicamente e por exame anatomopatológico no período de 06 de janeiro de 2003 a 29 de novembro de 2009. Os dados foram obtidos por […]

O valor da histeroscopia diagnóstica com biópsia no pré-operatório de ablação endometrial

Salete Yatabe, Ana Maria Gomes Pereira, Gilberto Kendi Takeda, Daniela de Baptista Depes, Reginaldo Guedes Coelho Lopes

DOI: 10.1590/s1679-45082011ao2094

RESUMOObjetivo:Analisar o valor da biópsia de endométrio no pré-operatório de ablação endometrial.Métodos:Estudo prospectivo não randomizado realizado no setor de Endoscopia Ginecológica do Hospital do Servidor Estadual “Francisco Morato de Oliveira” de março de 2007 a maio de 2009, de 45 pacientes encaminhadas por sangramento uterino anormal com indicação de ablação do endométrio. Todas as pacientes tinham histeroscopia diagnóstica prévia à cirurgia e receberam análogo de GnRH – goserelina – 10,8 mg subcutânea no pré-operatório. A ablação de endométrio foi realizada […]