Todos as publicações de “Alvaro Pacheco-Silva”

6 results

Ampliando o pool de doadores de rim: utilização de órgãos com disfunção renal aguda

Ana Cristina Carvalho de Matos, Lúcio Roberto Requião-Moura, Gabriela Clarizia, Marcelino de Souza Durão Junior, Eduardo José Tonato, Rogério Chinen, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082015RW3147

RESUMODiante da escassez de órgãos para transplante, algumas estratégias têm sido adotadas pela comunidade transplantadora, no sentido de ampliar a oferta de órgãos. Uma delas é a utilização de rins de doadores com critérios expandidos, ou seja, doadores com idade >60 anos ou entre 50 e 59 anos, e que atendem a dois ou mais dos seguintes critérios: história de hipertensão, creatinina sérica terminal >1,5mg/dL e acidente vascular cerebral como causa de morte do doador. Nesta revisão, foi dada ênfase […]

Transplante de pâncreas: revisão

Roberto Ferreira Meirelles Júnior, Paolo Salvalaggio, Alvaro Pacheco-Silva

DOI: 10.1590/S1679-45082015RW3163

RESUMOO transplante vascularizado de pâncreas é o único tratamento que estabelece normoglicemia e normaliza os níveis séricos de hemoglobina glicosilada em pacientes diabéticos tipo 1. O primeiro transplante de pâncreas vascularizado foi realizado para tratar um paciente diabético tipo 1 em dezembro de 1966, por William Kelly e Richard Lillehei. No Brasil, Edison Teixeira realizou o primeiro transplante de pâncreas segmentar isolado em 1968. Até a década de 1980, os transplantes de pâncreas ficaram restritos a poucos centros dos Estados […]

Lesão de isquemia e reperfusão no transplante renal: paradigmas hemodinâmico e imunológico

Lúcio Roberto Requião-Moura, Marcelino de Souza Durão Junior, Ana Cristina Carvalho de Matos, Alvaro Pacheco-Silva

DOI: 10.1590/S1679-45082015RW3161

A lesão de isquemia e reperfusão é um evento inevitável no transplante de rim, tendo como consequências retardo na função do enxerto, aumento no tempo de hospitalização e dos custos, aumento no risco de rejeição aguda e potencial impacto negativo na evolução a longo prazo. Atualmente, vários fatores estão implicados na fisiopatologia da lesão de isquemia e reperfusão, podendo ser didaticamente divididos em dois paradigmas: hemodinâmico e imunológico. O paradigma hemodinâmico é classicamente descrito como a privação de oxigênio pela […]

Infecção pelo citomegalovírus no transplante de rim: aspectos clínicos, manejo e perspectivas

Lúcio Roberto Requião-Moura, Ana Cristina Carvalho de Matos, Alvaro Pacheco-Silva

DOI: 10.1590/S1679-45082015RW3175

A infecção pelo citomegalovírus é uma das principais complicações após o transplante de rim, podendo ser classificada em primoinfecção, quando a transmissão ocorre por meio do enxerto, ou em reativação, quando o receptor é soropositivo. Do ponto de vista clínico, pode se apresentar como infecção, na ausência de sintomas, ou como doença, com dois diferentes espectros: a síndrome viral típica ou, menos comumente, a doença invasiva. Os efeitos podem ser diretos, que é o desenvolvimento da doença, ou indiretos, como […]

Papel das células-tronco derivadas do tecido adiposo na progressão da doença renal

Cassiano Donizetti-Oliveira, Patricia Semedo, Marina Burgos-Silva, Marco Antonio Cenedeze, Denise Maria Avancini Costa Malheiros, Marlene Antônia dos Reis, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082011AO1833

RESUMO Objetivo: Analisar o papel das células-tronco derivadas do tecido adiposo na redução da progressão da fibrose renal. Métodos: células-tronco derivadas do tecido adiposo foram isoladas de camundongos C57Bl/6 e caracterizadas por citometria e diferenciação. Fibrose renal foi instaurada após clampeamento unilateral do pedículo renal por 1 hora. Após 4 horas de reperfusão, 2.105 células-tronco derivadas do tecido adiposo foram administradas por via intraperitoneal, e os animais foram acompanhados por 24 horas e 6 semanas. Em outro grupo de experimentos, […]

Indução imunológica com timoglobulina: redução no número de doses em transplante de rim com doador falecido

Lucio Roberto Requião Moura, Eduardo José Tonato, Érika Arruda Ferraz, Thiago Corsi Filliponi, Rogério Chinen, Ana Cristina Carvalho Matos, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082011AO1838

RESUMO Objetivo: Comparar três regimes diferentes de indução com timoglobulina. Métodos: Cento e setenta e dois pacientes submetidos a transplante de rim com doador falecido foram divididos em três grupos, de acordo com o número total de doses de timoglobulina utilizada no pós-operatório: Grupo 1, até 14 doses – Maio de 2002 a Junho de 2004 (n = 48); Grupo 2, até 7 doses – Julho de 2004 a Dezembro de 2006 (n = 57); Grupo 3, até 4 doses […]